10 Lições para a vida retiradas do discurso de Mark Zuckerberg

Em 25 de maio, Mark Zuckerberg realizou um pronunciamento épico para os formandos de 2017 em Harvard.

Além de articulado e simpático, o fundador do Facebook surpreendeu o público com ensinamentos para a vida. Foram trinta minutos de fala, com lições essenciais que gostaria de compartilhar com vocês.

1- Seja simpático

Mark inicia com tom jocoso ao falar de seu primeiro dia de aula. Estava atrasado e vestiu a camisa ao avesso, causando estranhamento nas pessoas.

Apenas um colega, KX Jin, conversou com Mark e, a partir daí, tornaram-se amigos e parceiros de negócio.

Mark afirma a necessidade de simpatia nos dias de hoje. Uma atitude às vezes tão esquecida e que, além de atrair amigos, pode dar início a projetos grandiosos.

2- O propósito que nos move

Ninguém caminha sem um objetivo, ninguém conquista seus sonhos se não há sonho.

''O propósito é aquele sentido de que fazemos parte de algo superior a nós mesmos, que somos necessários, que temos algo melhor no futuro pelo qual devemos trabalhar''.

3- Senso de propósito para si e para os outros

Mais importante do que ter propósito é criar e alimentar o senso de propósito.

Com o mundo atual, mudanças são visíveis em setores inovadores ou áreas tradicionais de trabalho.

Essa realidade está criando profissões ao mesmo tempo em que elimina outras, deixando pessoas que se apoiavam em ideias fixas sem senso de propósito, sem grandes conexões com objetivos maiores.

É com o senso de propósito que iniciamos a busca por algo que acreditamos e queremos, então ele deve ser base para todos.

"...desafio geracional: não só criar novos empregos, como também criar um senso de propósito renovado".

4- No começo, ninguém sabe

É um pouco assustador parar para pensar nas possibilidades e desejos que o senso de propósito pode nos oferecer.

Não é intuitivo, por exemplo, pensar que os grandes feitos e ideias podem ser realizados por nós mesmos.

Mas Mark reafirma que o medo é normal e não pode nos parar, que ninguém sabe de tudo antes de se arriscar e que a prática leva à perfeição.

5- Experimentar ideias novas

Como a prática leva à perfeição, os testes levam ao descobrimento.

Não deixe de tentar por medo, é experimentando que descobrimos em que realmente temos paixão.

6- Liberdade demanda igualdade

Do meio para o fim de seu discurso, Mark prioriza questões coletivas.

Aquela pessoa tem o mesmo direito que eu para desenvolver seu senso de propósito e pode ser incapaz de trabalhar nisso por sua situação.

A partir desses pontos, puxa a necessidade de ajudar o próximo, desde definindo novos contratos sociais até realizando pequenas ações.

7- Os sonhos dos outros ajudam todos nós

Além do desenvolvimento e foco pessoal, é essencial a noção de que somos seres sociáveis. Meu sonho pode ser aprimorado pelo sonho de outra pessoa e, juntos, podemos construir um mundo melhor.

8- Fazemos parte de algo maior

Ninguém luta ou se desenvolve sozinho.

Com as conexões realizamos propósitos maiores, transformando elos em correntes e trabalhando com soluções grandiosas.

Para isso, é preciso enfrentar as barreiras, desafios que impedem o crescimento pessoal e como sociedade.

"Compreendemos que o arco da história da humanidade pende para a união entre pessoas em números cada vez maiores - de tribos a cidades e nações - para alcançar coisas que não podemos sozinhos".

9- Os pontos se conectam

Steve Jobs já dizia que os pontos se conectam em retrospecto.

Se uma questão ficou clara no fim do discurso de Zuckerberg é que tudo acontece da maneira que deveria.

Se Mark não tivesse saído da faculdade para se instalar na garagem de casa, o Facebook não teria nascido. Se Steve Jobs não tivesse sido demitido, a Pixar não seria idealizada.

10- A fonte de força

Mesmo sabendo sobre os propósitos das coisas, nossa força de vontade é o principal combustível.

Com isso, termino da forma que Zuckerberg finalizou seu discurso, citando a oração de Mi Shebeirach para reflexão:

"Que a fonte de forçaque abençoou os que vieram antes de nós nos ajude a encontrar a coragem para tornar nossa vida uma benção".

Veja <a href=https://canaltech.com.br/noticia/mark-zuckerberg/mark-zuckerberg-recebe-diploma-de-harvard-e-faz-discurso-emocionante-94386/>aqui</a> o vídeo na íntegra:

Até a próxima!

Denise Maia Especialista em Social Business e Sócia Fundadora da <a href=http://www.linkedinparavendas.com.br/apoiophp.php?p=treinamento+empresarial+linkedin>DMS Digital Marketing</a>

Contato

 Av. 9 de Julho, 5229 - 1º Andar - Itaim Bibi, São Paulo - SP, 01406-200


  (11) 4810-5338


contato@dmsdigital.com.br